Radioterapia: Quando essa é a melhor forma de tratar o câncer

Radioterapia: Quando essa é a melhor forma de tratar o câncer

 

     O câncer em épocas atuais, segundo a mídia, é o problema de saúde mais temido entre as pessoas. Os números só aumentam e assustam cada vez mais a população, por isso as informações, tipos de tratamento e formas de prevenção, precisam ser divulgadas sempre. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA, entre os anos de 2018 e 2019, o Brasil irá registrar aproximadamente 600 mil novos casos de câncer, sendo o câncer de pele não melanoma, o mais comum no país.

    

O que é o câncer?

 

      Muitas pessoas ouvem falar sobre a doença, mas desconhecem sua causa. O câncer é o crescimento desordenado de células, estas, invadem os tecidos vizinhos e podem se espalhar pelos órgãos,  o que chamamos de metástases. O câncer pode aparecer em praticamente qualquer órgão.

 

Principais tipos

 

     O câncer mais comum no Brasil é o câncer de pele não melanoma, cerca de 165 mil novos casos são diagnosticados por ano. Ocupando o segundo lugar está o câncer de próstata nos homens e o câncer de mama para as mulheres. 

     O tipo de câncer no Brasil, muda de acordo com a região. As regiões do Sul e Sudeste são os locais que mais se assemelham nos tipos de câncer com os países desenvolvidos, tendo maior incidência de tumores de intestino e menor incidência de câncer de colo de útero em mulheres e estômago em homens.

     De acordo com dados do INCA, “nas regiões Nordeste e Norte, o câncer de estômago tem uma incidência maior entre homens, e o câncer de colo de útero ainda está mais presente entre as mulheres. Esses dois tipos de câncer são mais associados a infecções, possuem maior potencial de prevenção e têm maior incidência em países menos desenvolvidos”.

     Atualmente já pode-se dizer que existe mais de 100 doenças/tipos de câncer, e cada um deles são tratados com estratégias diferentes, sendo as três modalidades principais de tratamento a cirurgia, a radioterapia e a quimioterapia.

 

 

Tratamento de radioterapia

 

     Para cada tipo de câncer o médico oncologista opta para um determinado tipo de tratamento, podendo haver a quimioterapia e a radioterapia como opções, combinadas ou isoladas e também caso haja necessidade a cirurgia. Há casos também das três opções serem utilizadas dependendo do estágio e tipo do câncer.

      A radioterapia é uma das opções onde o paciente por meio de um equipamento chamado acelerador linear, recebe uma dose de radiação na região do tumor que age a fim de eliminar as células tumorais. O tratamento é indicado para tentar a cura e ou aliviar os sintomas causados pelo problema ao paciente.

 

  

Quando a radioterapia é indicada

 

     Para qualquer tipo de câncer, somente o médico especialista é quem pode fazer a indicação ou não da radioterapia.

     O médico que realiza o tratamento é o médico radioterapeuta, que após avaliar o caso de cada paciente, vai decidir sobre a necessidade de radioterapia e quantas sessões serão realizadas. Antes de iniciar o tratamento radioterápico, o médico radioterapeuta realizada o planejamento técnico do tratamento, onde ele vai definir a área e ser irradiada e programar o tratamento de forma que os tecidos normais ao redor do tumor recebam o mínimo de dose e o tumor a dose necessária para sua erradicação O médico radioterapeuta irá orientar sobre os possíveis efeitos colaterais do tratamento e acompanhar o paciente semanalmente até o término do tratamento. Cada sessão que leva em torne de 10 minutos. As sessões podem variar de um até 40.

     Segundo os especialistas, quando o objetivo com a radioterapia for a cura total do tumor, a explicação é que o tratamento seja radical ou curativo. Quando o tratamento vem para reduzir o volume do tumor e atuar de forma paliativa, para diminuir os sintomas como a dor ou compressão dos órgãos, chama-se de remissiva ou paliativa

     Hoje no HSJosé cerca de 260 pacientes de diversas cidades da região realizam o tratamento de radioterapia.

 

Importante

 

     Manter hábitos saudáveis, ter uma boa qualidade de vida, praticar exercícios físicos são algumas das ações importantes para prevenção do câncer.

Realizar exames frequentemente e procurar um médico regularmente também são ações fundamentais para prevenção e diagnóstico precoce.

Fotos da notícia

Notícias São José