Notícias

Voltar para listagem

Sua pele tem recebido o devido cuidado?

Data: 16/01/2018
Sua pele tem recebido o devido cuidado?

 

 

      Você já deve ter lido em algum lugar, mas vamos lembrá-lo aqui: a pele é o maior órgão do organismo. Este é órgão o responsável pela cobertura do organismo e sua proteção. E, por ser o maior órgão do nosso corpo, precisa de muito, muito cuidado. A falta de atenção com a pele pode desencadear vários problemas: ressecamento, queimaduras e mudanças na coloração, entre outros. Este órgão precisa de proteção todos os dias, frequentemente, para que assim, proteja bem o organismo contra os agentes externos.

     No verão com o calor, banhos de mar, piscina e muita, muita exposição ao sol, todos já sabem que é preciso redobrar o cuidado além do que costumamos ter com pele. A proteção solar nunca deve faltar em todas as estações, mas no verão, ela precisa ser intensificada.

Nesta época do ano, as pessoas acabam buscando o bronze perfeito, aquela corzinha a mais e assim se expõem com mais frequência ao sol; mas esta exposição pode prejudicar a pele se os cuidados necessários não forem tomados.

 

Dica dos especialistas

 

     De acordo com os especialistas, seja na praia ou na piscina; além do fator de proteção que precisar ser alto, é imprescindível optar por protetores que fixam mais na pele e que durem por um bom tempo depois dos mergulhos e transpiração.

     O dermatologista Adroaldo Apolinário (CRM-6244/RQE-3095) explica que os exageros quanto a exposição ao sol, podem trazer problemas como queimaduras, micoses e até mesmo câncer, quando ao longo dos anos o paciente está se expondo ao sol com frequência e sem os devidos cuidados.

“O ideal é utilizar proteção solar todos os dias e repor esta proteção no mínimo duas vezes ao dia. Se estiver na praia esta proteção precisa ser feita a cada duas horas. Pessoas que precisam trabalhar no sol, especificamente na rua, como vendedores e fiscais de rua, enfim, devem intensificar esta proteção e repor o protetor no mínimo três vezes ao dia. Proteção física também são indicadas, como chapéus, bonés e roupas com proteção, tudo isso pode ajudar”, ressalta o especialista.

 

Alguns sinais

 

     De acordo com Apolinário é importante ficar atento há alguns sinais que podem aparecer na pele ao longo dos anos. Pintas, manchas surgindo com frequência...; tudo é sinal de alerta e se faz necessário à procura por um especialista o quanto antes. Qualquer problema se diagnosticado precocemente tem grandes chances de cura.

Outro fator importante, direcionado a pessoas que trabalham em ambientes fechados com luz artificial, é que a luz artificial também prejudica a pele. “A proteção é importante sempre, até mesmo em dias nublados; em ambientes onde há luz artificial também; este tipo de iluminação contribui para o aparecimento de manchas na pele”, salienta o médico.

 

E os procedimentos no verão?

 

     Durante o verão, por ser o período de férias de muitas pessoas, a procura pela realização de procedimentos faciais é comum, mas, vale a orientação sobre alguns tipos de procedimentos que são possíveis realizar no verão. Tratamento de rugas, tanto a toxina botulínica quanto os preenchimentos podem ser feitos em qualquer época do ano, mas tratamentos a base de ácidos retinóico, peelings devem ser avaliados caso a caso.

     Estes tratamentos podem em algumas vezes causar irritações, algumas manchas roxas que desaparecem ao longo dos dias, por isso o cuidado e a orientação com o dermatologista deve ser considerada. É ele quem irá avaliar a melhor opção e o tratamento adequado para seu caso.

     Uma outra dica muito importante para evitar novas manchas; caso esta época não tenha sido indicada no momento para ser tratada, além do uso de filtro solar comum, é importante optar por um filtro solar com cor para cobrir as manchas e complementar a proteção contra a luz visível. 

 

 

Dicas para proteção solar

  • Use um filtro solar de no mínimo 15 FPS. A maioria dos produtos protege apenas contra os raios UVB, que fazem a pele ficar vermelha. Algumas marcas oferecem também proteção contra os raios UVA, que penetram nas camadas mais internas da pele. 
  • Procure um com proteção UVA e UVB;
  • Mesmo com protetor, use chapéu com aba para cobrir as orelhas e óculos escuros quando houver sol intenso;
  • Hidrate a pele após ter tomado sol, evitando seu ressecamento;
  • Permaneça na sombra sempre que possível;
  • Evite a exposição exagerada ao sol das 10 às 16 horas;
  • Na praia, reaplique o produto a cada duas horas. No dia a dia, passe de manhã e reaplique ao meio-dia;
  • Não se esqueça de proteger as orelhas, lábios, pescoço, dorso das mãos e dos pés, além de onde o cabelo estiver rarefeito.