Segunda captação de órgãos no HSJosé envolve cinco setores e 30 pessoas

Segunda captação de órgãos no HSJosé envolve cinco setores e 30 pessoas

     Aproximadamente 30 pessoas, estiveram envolvidas na segunda captação de múltiplos órgãos do ano no HSJosé.

Para cirurgias desta natureza, muitos setores e pessoas são envolvidos até que todo procedimento seja finalizado. Serviço de Unidade de Terapia Intensiva, Centro cirúrgico, apoio entre outros; todos seguem o protocolo estabelecido.

 

     O paciente doador foi um homem de 55 anos, que teve Morte Encefálica-ME, confirmada após sofrer um traumatismo craniano por queda.

Antes de realizar o procedimento e verificar a possibilidade da captação de órgãos, a Comissão Hospitalar de Transplantes – CHT, realiza uma séria de processos junto com a equipe médica para constatação da morte encefálica, bem como entrevista com a família do paciente, explicando como funciona todo processo. “Sempre, em todos os protocolos de ME, são realizado todos os exames necessários para comprovação. Após abordamos a família e conversamos sobre a importância de realizar a doação de órgão. Quando autorizado, acompanhamos o processo de captação do início ao fim, até o momento do transporte dos órgãos para a central de transplantes”, aponta a enfermeira Renata Mendes Machado, enfermeira da CHT.

Após autorização da família, foi possível fazer a captação de fígado e globos oculares para doação.

Médicos do HSJosé e da central de transplantes de Florianópolis realizaram o procedimento.

     Esta já é a segunda captação de múltiplos este ano que acontece na Instituição em menos de uma semana.

 

Avise sua família sobre sua intenção de ser um doador de órgãos.

Notícias São José