Lesão de pele por pressão, você sabe o que é?
foto: pawpixel.com

Lesão de pele por pressão, você sabe o que é?

Atenção e cuidado faz toda diferença na recuperação. Ações de prevenção podem reduzir o problema.

 

          Pacientes acamados precisam de um cuidado e atenção muitas vezes redobrados. Esta preocupação é uma forma de prevenção para possíveis problemas. O que poucas pessoas sabem, é que uma das ações mais importantes para pacientes que muitas vezes só podem ficar deitados, é a prática de reposicioná-los constantemente em seu leito (mudança de decúbito).

 

O que é a Lesão por Pressão

     São ferimentos causados em pacientes acamados que não são reposicionados no leito de forma adequada; este tipo de problema, ocorre devido à pressão gerada nos tecidos do corpo, dificultando a oxigenação dos mesmos. Os pacientes que apresentam este tipo de problema; que não recebem a devida atenção para esta prática, tendem a desenvolver lesão de pele por pressão. 

  

Cuidados em casa

     Muitas pessoas hoje em dia, possuem familiares acamados em casa; é preciso atentar-se ao cuidado com as pessoas acamadas, para que a lesão por pressão não seja mais um problema para tratar. Por isso, é importante salientar que os familiares façam a mudança conforme as orientações que receberam no hospital, realizando o reposicionamento diariamente, respeitando os horários.

De acordo com a responsável pela comissão de Prevenção de Lesão de pele do HSJosé, Enfª Cláudia Dozol, as medidas geram resultados quando a lesão está em estágio inicial.  " No HSJosé, mensuramos diariamente os resultados e são muito satisfatórios. Devo lembrar, que é importante saber sobre o cuidado desde o início, quando esta lesão aparece no paciente. No hospital por exemplo, recebemos um grande número de pacientes acamados com lesões bem avançadas e aí, dependendo do quadro clínico do paciente, estado nutricional e idade, é difícil promover a cicatrização.  O cuidado em casa é fundamental”, destaca a enfermeira.

     Em uma Unidade Hospitalar todos os profissionais precisam estar capacitados para atender este tipo de problema; e as ações desenvolvidas devem ser realizadas rotineiramente. As atividades para a conferência das ações realizadas, são auditadas pelo Núcleo de Segurança do Paciente. "A prevenção de Lesão de pele por Pressão", é uma das metas de segurança do paciente e muitos destes investimentos; (em áreas diversas, como melhorias no quesito estrutural ou capacitação profissional);  feitos, não são contemplados pelo Sistema Único de Saúde-SUS, mas o hospital, instigado pela manutenção da excelência não mede esforços para entregar assistência de qualidade a todos”, completa Márcia Campos, Gerente de Qualidade.

 

Prevenção da Lesão por Pressão no HSJosé

     O simples fato de mudar o paciente de posição a cada duas horas, reduz significativamente a probabilidade de desenvolver lesões de pele. Raros são os casos clínicos que impossibilitam a movimentação, sendo que nestas situações, o alívio da pressão gerada aos tecidos é adaptado. “Em uma unidade hospitalar por exemplo, uma das práticas fundamentais adotada é a mudança de posição, padronizada por intermédio de um relógio, que fica fixo à identificação dos pacientes na cabeceira do leito. Além do relógio que orienta os momentos e as posições da mudança de decúbito, a instituição tem investido continuamente na aquisição de colchões pneumáticos,  padronização de curativos especiais e também na confecção de coxins (almofadas específicas para proteção das proeminências ósseas)”, explica Márcia Campos, gerente de qualidade do HSJosé, responsável pelas ações para segurança do paciente.

Constantemente precauções, orientações, treinamentos e melhorias, são realizadas com toda equipe assistencial, quanto ao cuidado e segurança do paciente. 

Notícias São José