Como manter uma alimentação equilibrada no inverno?

Como manter uma alimentação equilibrada no inverno?

Nutricionista do HSJosé explica como manter uma boa alimentação no inverno 

 

     Na estação mais fria do ano, manter uma alimentação saudável e equilibrada nem sempre é tarefa fácil.

     Com o frio, nosso organismo “parece” estar sempre pronto para ingerir comidas quentes e mais calóricas; mas este fato tem uma explicação, de acordo com a nutricionista do HSJosé Luíza Rasera (CRN 5024), quando a temperatura do ambiente está mais baixa, o metabolismo fica levemente mais acelerado. Isso ocorre, pois o corpo precisa gastar mais energia para manter o corpo aquecido, procurando fontes de energia, e o alimento é a nossa principal fonte. Luíza ainda explica que as pessoas precisam compreender que nos dias frios, o foco deve ser cuidar da imunidade, para combater gripes e resfriados, e evitar o consumo excessivo de alimentos calóricos para evitar o ganho de peso em excesso. “Este fator pode acontecer facilmente devido à preferência por alimentos calóricos e redução de atividade física. Deve-se priorizar uma dieta equilibrada em quantidade adequada, rica em vitaminas, minerais e água”, ressalta a nutricionista.

 

Como manter uma alimentação equilibrada no inverno

 

     Pode ser difícil, porém não é impossível manter uma alimentação adequada no inverno. Durante o inverno as pessoas não podem esquecer de acrescentar ao cardápio legumes, frutas, cereais integrais, carnes magras, leguminosas (ex:feijões) e oleaginosas (ex:castanhas).

A nutricionista do HSJosé da algumas opções para incrementar o cardápio desta estação tão gelada.

 

     Sopas e caldos à base de legumes, leguminosas e carnes magras, (preferencialmente utilizando temperos naturais e cuidando com a adição de creme de leite, macarrão e queijos). 

     Chás - (camomila, capim limão, erva doce, hortelã, gengibre, limão, canela);

     Sobremesas à base de frutas assadas (com canela e/ou cacau).

 

     Dar preferência aos alimentos da estação é importante; no inverno as melhores opções de frutas são: bergamota, carambola, kiwi, laranja-lima, maçã, laranja-pera, morango e mamão. “Além das frutas, temos nesta época, abóbora, alho-porró, rabanete, nabo, e o protagonista de festas juninas: o pinhão, uma semente bem nutritiva, porém que deve ser consumida com moderação pelo seu valor calórico”, destaca.

    As frutas e vegetais no inverno não devem ser esquecidas e precisam estar na lista de alimentos consumidos; não apenas no inverno, mas durante todas as estações do ano, pois o organismo tem a necessidade de vitaminas, minerais, antioxidantes e fibras. “A recomendação é que as pessoas consumam de três a cinco frutas diferentes por dia. Para aumentar o consumo de frutas nas baixas temperaturas e ainda aquecer o corpo, a dica é optar por sobremesas a base de banana, maça e pera assadas. Para realçar ainda mais o doce da fruta, a dica é polvilhar um pouco de canela ou cacau em cima”, indica Luíza.

     Outro alerta é sobre o consumo de água durante o inverno, mesmo que o organismo não "sinta" tanta sede; a recomendação é ingerir cerca de dois litros de água por dia. Chás não adoçados, também são uma boa opção para o inverno; pois além de aquecer possuem propriedade antioxidantes.

Notícias São José