Notícias

Voltar para listagem

HSJosé recebe selo de certificação em qualidade de serviços de saúde

Data: 07/04/2017
HSJosé recebe selo de certificação em qualidade de serviços de saúde

 

O reconhecimento eleva a Instituição em alto nível de qualidade de serviços em saúde no país

 

Criciúma - No último ano (2016), o HSJosé concentrou seus esforços para a conquista do certificado da Acreditação; trata-se de um certificado de qualidade de serviços de saúde no país, que evidencia os esforços contínuos na melhoria dos processos e segurança do paciente.

O processo acontece por intermédio da Organização Nacional de Acreditação – ONA.

O novo passo tem significativa importância para a Instituição. O “selo” recebido é um dos mais almejados pelas instituições de saúde no Brasil.

      Todo o processo é coordenado pelo departamento da Qualidade do HSJosé que orienta e auxilia nos trabalhos voltados às boas práticas de gestão e segurança do paciente. “É notável e muito gratificante o progresso. Temos muitas pessoas envolvidas, desde direção a equipes de apoio; todos trabalhando pelo mesmo objetivo, criando a cultura da qualidade e aumentando a atenção no cuidado e segurança do paciente. Esse êxito é de cada um dos profissionais que aqui atua e o principal beneficiado é o nosso cliente”, salienta Márcia Campos, coordenadora do Serviço de Qualidade do HSJosé.

     O desafio da conquista é a sua manutenção. O processo de certificação neste primeiro nível tem validade de dois anos e as avaliações de manutenções serão realizadas em média a cada oito meses. 

Segundo a Diretora geral da Instituição Irmã Libera Mezzari, ser Acreditado é um caminho sem fim, é um processo de constantes avanços. “A busca não para por aqui, estaremos trabalhando com determinação, afinco e entusiasmo para o reconhecimento de Acreditado Pleno (Nível 2) e Acreditado com Excelência (Nível 3). Sabemos do potencial e qualificação de nossa Instituição.

      Atualmente no Brasil existem 6733 hospitais (Fonte: CNES - Fev/17), destes, 258 são acreditados. Para Santa Catarina, o HSJosé soma a 13ª certificação ONA na categoria hospital. A acreditação é um grande passo na trajetória do HSJosé, significa estar em um grupo muito seleto”, enaltece a diretora.

A busca por esse reconhecimento é totalmente voluntária, educativa e agrega um diferencial de peso ao serviço. Pela complexidade do processo, a instituição vem trabalhando há algum tempo, realizou duas avaliações de diagnósticos e no final de 2016 a avaliação de certificação. Mas o selo só foi efetivamente declarado este ano.

      Liderança e administração, organização profissional, atenção ao paciente/cliente, diagnóstico, abastecimento e apoio logístico, infraestrutura, apoio técnico, são os tópicos principais levados em consideração para a obtenção da certificação. A metodologia não faz inferências sobre o processo da organização e cada instituição desenvolve sua forma de trabalho. “ Em todo trabalho temos desafios. Para alcançar o nível 1 em qualificação Hospitalar foi um passo significativo para a história do HSJosé. Sabemos de nossa qualidade em atendimento e serviços,  nosso objetivo é continuar com esta qualidade plena em atendimento para a população que nos procura”, enfatiza Laércio Regis Ferrari, diretor Administrativo da Instituição.

 

 

  Práticas desenvolvidas

 

 As principais práticas desenvolvidas e/ou aprimoradas neste nível estão relacionadas à:

  • Desdobramento e monitoramento das estratégias;
  • Aprimoramento de fluxos, readequação de processos e gestão de indicadores de desempenho e qualidade;
  • Aperfeiçoamento e disseminação das políticas institucional;
  • Definição dos planos de cuidados, protocolos e equipe multidisciplinar com base no perfil epidemiológico;
  • Gerenciamento dos riscos e segurança do paciente e profissionais envolvidos;
  • Adequações estruturais (reformas e ampliações);
  • Aquisição de novos equipamentos, além de upgrade nos processos de manutenção, qualificação e validação desses;
  • Aprimoramento do programa de avaliação e qualificação de fornecedores.

 

 

Todo o processo de avaliação de diagnóstico e certificação foi realizado pelo IBES - Instituição Acreditadora credenciada pela ONA e alguns dos principais pontos fortes da instituição citados foram:

  • Engajamento, disponibilidade e transparência das equipes;
  • Gestão de custos;
  • Programas sociais internos e externos;
  • Inovação do parque tecnológico;
  • Qualidade nos processos da Radioterapia (Identificação do paciente, Informatização (agenda e acompanhamento do tratamento), Programa INCA);
  • Ensino e Pesquisa.

 

 

Saiba mais

 

     No nível 1 os requisitos estão voltados para a segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais. No nível 2 além de atender aos critérios de segurança, deve-se apresentar gestão integrada e o princípio do nível 3  é a excelência em gestão.

     Essa certificação é aplicável a todos os tipos de serviços de saúde (hospitais, serviços diagnósticos, laboratórios, radioterapia, nefrologia e terapia renal, ambulatórios, etc.) e o principal foco da ONA é a segurança do paciente e, consequentemente, de todos os que atuam na instituição.

 

 

Organização Nacional de Acreditação | ONA

 

     É uma entidade não governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco em melhoria contínua dos processos e segurança do paciente.

 A ONA define a Acreditação como um sistema de avaliação e certificação da qualidade de serviços de saúde, com um caráter eminentemente educativo, voltado para a melhoria contínua, sem finalidade de fiscalização ou controle oficial/governamental.

     Sua metodologia é reconhecida pela ISQua (Inter­national Society for Quality in Health Care), associação parceira da OMS (Organização Mundial de Saúde), que conta com representantes de institui­ções acadêmicas e organizações de saúde de mais de 100 países.